Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Procrastinando...

por centrosermais, em 06.12.13

O que é?

 

   Quando evitamos e adiamos sucessivamente uma tarefa que sabemos ter que ser feita estamos a procrastinar! É normal procrastinar ocasionalmente. Contudo, quando se torna excessivo podemos experienciar sentimentos de culpa e de ansiedade por não estarmos a cumprir com as nossas responsabilidades.

 

   Estamos a procrastinar demasiado se…

  1. Evitamos frequentemente começar tarefas que consideramos difíceis;
  2. Desistimos frequentemente das tarefas assim que começamos a sentir dificuldades;
  3. Nos perguntamos frequentemente por que é que temos que fazer determinada tarefa;
  4. Tentamos frequentemente fazer tantas tarefas ao mesmo tempo que acabamos por não concluir nenhuma;
  5. Desistimos facilmente das tarefas pelas quais não temos interesse;
  6. Arranjamos frequentemente argumentos para fazer outras tarefas que não as que devíamos fazer;

 

Como controlar a procrastinação?

  1. Prioriza as tarefas que te competem fazer;
  2. Compromete-te a terminar as tarefas que inicias;
  3. Recompensa-te a ti próprio quando terminares as tuas tarefas;
  4. Trabalha/ estuda nas horas em que tendes a ser mais produtivo;
  5. Divide tarefas grandes em tarefas mais pequenas;
  6. Procura ajuda junto dos professores, família ou colegas para as tarefas em que sentes mais dificuldades;
  7. Faz um horário de estudo e cumpre-o;
  8. Elimina os fatores de distração à tua volta;
  9. Define objetivos realistas para a realização das tuas tarefas;
  10. Faz intervalos;
  11. Começa pelas tarefas que te dão menos satisfação ou te são mais difíceis;
  12. Após terminares uma tarefa difícil, trabalha numa mais fácil.
  13. Trabalha num local onde gostes de estar.

 

   Existem muitas razões para procrastinarmos: o perfeccionismo e o medo de falhar que nos levam a crer que não conseguiremos atingir o nível que idealizamos; a falta de orientação que nos deixa confusos no momento de dar início ou de completar uma tarefa; as distrações que nos rodeiam; as dificuldades de concentração ou a falta de certas competências necessárias à realização do dever; a baixa motivação ou mesmo a dificuldade no estabelecimento de prioridades.

 

   No entanto, quando criamos estratégias para controlar a tendência a procrastinar, o sucessivo cumprir de objetivos e realização de tarefas conduz-nos a uma sensação generalizada de dever cumprido que nos garante uma maior confiança nas nossas capacidades e uma maior motivação para as metas que se seguem.

 

www.centrosermais.com | www.facebook.com/centrosermais.com

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes

Free Counter
Free Counter





O Ser Mais

foto do autor


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Revista de blogues

logopumpkin