Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Bullying e Cyberbullying

por centrosermais, em 10.10.14

 

Ao contrário de outros temas que ganharam muito destaque junto dos pais, o Bullying tende a ser um tema intermitente. É falado sempre que algum caso se torna mais mediático, mas rapidamente volta a ser esquecido.

Contudo, e porque convivemos todos os dias com crianças, apercebemo-nos que na realidade escolar, é um tema bem presente. Apercebemo-nos igualmente do quão difícil é para os pais reconhecerem os sinais, perceberem a diferença entre brincadeiras de colegas e atos sérios que podem comprometer o bem-estar emocional e social dos seus filhos.

 

O que é o Bullying?

O Bullying é uma forma de pressão social e um tipo de violência escolar que se manifesta através de comportamentos intencionalmente agressivos e repetidos ao longo do tempo, levados a cabo por um aluno ou grupo de alunos contra outro, a vítima.

 

O Bullying reduz-se apenas à violência física?

 Não. Também são considerados “Bullying” comportamentos como a humilhação, piadas maldosas, alcunhas com o objetivo de ridicularizar o outro e os insultos. O “Cyberbullying” diz respeito especificamente às agressões levadas a cabo recorrendo à tecnologia - rumores enviados por e-mail, fotos embaraçosas, perfis falsos nas redes sociais, entre outros.

 

Sinais de que o seu filho pode ser a vítima...

  • Alterações injustificadas no humor;
  • Ferimentos inexplicados;
  • Desaparecimento ou destruição de objetos ou roupas;
  • Dores de cabeça ou de estômago frequentes, cansaço, fingimento de sintomas;
  • Perda de amigos e/ ou isolamento social;
  • Quebra do rendimento escolar, desinteresse pelos estudos e/ ou vontade de faltar às aulas;
  • Baixa auto-estima;

 

Sinais de que o seu filho pode ser o agressor...

  • Tende a estar envolvido em agressões verbais e/ ou físicas;
  • Tem amigos agressores;
  • É chamado à Direção da escola e/ ou é sancionado frequentemente;
  • Aparece com dinheiro e objetos que não são seus;
  • Tende a culpar os outros pelos seus problemas;
  • Não aceita a responsabilidade sobre as suas ações;
  • É competitivo e mostra uma grande preocupação com a sua popularidade e reputação.

 

Por que não se queixa a vítima de Bullying?

  • Tem medo de retaliações;
  • Quer lidar sozinho com o problema para não ser encarado pelos outros como fraco;
  • Tem medo que os adultos descubram o que é dito acerca de si, mesmo que seja falso, bem como que os adultos o julguem ou o castiguem por ser fraco;
  • Sente-se sozinho, que ninguém se preocupa ou perceberia o que se passa consigo;
  • Tem medo de ser rejeitado pelos colegas.

 

Por que é que o Cyberbullying deve ser visto de forma diferente?

  • O Cyberbullying pode acontecer 24 horas por dia, 7 dias por semana e atingir o seu filho em qualquer momento, sozinho ou acompanhado;
  • As mensagens e imagens podem ser postas online anonimamente e chegar a um grande universo de pessoas instantaneamente;
  • É praticamente impossível apagar mensagens ou fotogradias embaraçosas, ameaçadoras ou impróprias mal sejam divulgadas e garantir que ninguém viu.

 

Como reagir ao Bullying?

Se suspeita que o seu filho está envolvido numa situação de Bullying, envolva-se. Identifique os sintomas, marque uma reunião com o Diretor de Turma para averiguar possíveis situações que estejam a ocorrer na escola, e converse com o seu filho.

 

Contacte-nos.Esclarecemos as suas dúvidas e ajudá-lo-emos a definir o percurso a seguir. É gratuito.

 

Claudia Pedro

Site | Facebook

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes

Free Counter
Free Counter






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Revista de blogues

logopumpkin