Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Incentive o seu filho a falar.

por centrosermais, em 22.04.15

     A partir do nascimento do seu filho, a comunicação entre os dois passa a ser através dos olhares enquanto conversam, através dos sorrisos e da linguagem corporal. A principal fonte de comunicação do seu bebé é, sem dúvida, o choro até por volta dos 2/3meses. A partir dos 3 meses, ainda que não pareça, o seu bebé já vai querer começar a tentar “falar” consigo – através dos “ba…ba…ba…; ta…ta…ta…”. Ou seja, assim que ele comece a fazer vários sons sem sentido, repetições constantes, parecendo até que está a falar outra língua, é sinal de que o seu filho está ansioso para comunicar com os adultos. É então, neste altura que o devemos incentivar a falar ainda mais de modo a não perder essa vontade. Como? Muito simples, basta aproveitar todos os momentos em que estão juntos para o ajudar no desenvolvimento da sua linguagem:

 

  • Fale muito com o seu filho, logo desde que ele nasce, dando-lhe toda a atenção. Se necessário coloque-se ao nível dele de maneira a falar com ele olhando-o nos olhos. Fale sempre com clareza e de forma pausada enquanto, por exemplo, o está a vestir, falando-lhe das roupas, do corpo, enquanto lhe está a dar de comer, falando-lhe dos alimentos.

 

  • Dedique toda a sua atenção quando o seu filho estiver a falar consigo. Seja tolerante e deixe-o terminar sempre a sua ideia, mesmo que já saiba o que ele quer ou pretenda dizer, não termine as palavras por ele.

 

  • O uso de livros de forma rotineira, também é uma boa opção, principalmente com imagens, na medida em que o ajuda a desenvolver vocabulário e a associar a palavra ao seu objeto.

 

  • Quando o seu filho falar mais “à bebé” ou de forma incorreta, por mais engraçado que ache, não incentive mas também não o corrija, pois pode deixá-lo desconfortável com o ato de falar. Ou seja, quando uma destas situações acontecer não faz mais senão, repetir o que ele disse da forma correta.

 

  • Por fim, sugerimos ainda muita paciência e que responda a todas as questões do seu filho, mesmo quando pareça que nunca mais têm fim. Tente sempre que possível ir um pouco mais além que aquilo que ele perguntou acrescentando algumas informações adicionais.

 

 

     Posto isto, à medida que ele se vai sentindo mais confortável em se expressar através da fala, menores vão ser as suas frustrações e assim, de uma forma saudável, o desenvolvimento da fala vai amadurecendo e vai notar com certeza uma maior interação entre vocês.

 

Foto retirada do pinterest.

Foto retirada do pinterest.

 

Márcia Fidalgo

Professora de 1º Ciclo e de Educação Especial

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Visitantes

Free Counter
Free Counter





O Ser Mais

foto do autor


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Revista de blogues

logopumpkin